Blaue Hintergrundillustration

Discussion

FLUP digital - Uma revolução chamada Carolina

Como escrever sobre Carolina Maria de Jesus, que antecipou em quase 60 anos o debate sobre lugar de fala? A história das Carolinas que foram para o palco e para as telas é também a história do movimento negro brasileiro, que vai se tornando cada vez mais potente à medida que faz dela um ícone de resistência e resiliência. Quais os desafios de filmar e encenar a história de um mito?

Serão 14 encontros com alguns dos mais relevantes nomes da literatura negra brasileira, como Conceição Evaristo, Ana Maria Gonçalves e Eliana Alves Cruz.

Os encontros, online por causa do isolamento mundial da covid-19, debaterão a presença e o legado da autora do livro mais importante escrito por uma mulher negra brasileira. Quarenta pessoas negras participarão desses debates, que serão sempre às terças-feiras, a partir das 19h.

Duas vezes por mês, as participantes do processo se reunirão com uma banca formada por especialistas do mercado editorial e trocarão saberes e percepções sobre a obra de Carolina, em particular Quarto de despejo.

To overview